A EOS é uma plataforma que promete substituir o Ethereum, processando milhões de transações por segundo sem taxas. Contudo, algumas falhas de segurança já tinham sido descobertas, por uma companhia chinesa. A Qihoo 360 reportou falhas épicas no EOS, que poderiam expor os nodes a ataques que os transformariam em “zumbis”, o que na prática permitiria a alguém tomar controle da rede. Depois disso, o time passou a oferecer uma recompensa de US$10.000 para cada hacker a expor falhas no EOS.

O programador Guido Vranken descobriu nada menos do que 12 falhas, ganhando US$120 mil em menos de uma semana. O time da EOS já está trabalhando nas falhas, e o hacker recebeu um agradecimento público por parte da empresa. Os membros da EOS ficaram tão impressionados com o trabalho do programador que ofereceram a ele um emprego permanente.

Apesar de não ter confirmado nem rejeitado a oferta publicamente, é pouco provável que Vranken aceite. Várias companhias oferecem recompensas para hackers que consigam quebrar seu código, e ele ganha a vida assim desde 2014. Além das falhas no EOS, Vranken já encontrou 92 bugs em gigantes como Twitter, Tor, Dropbox, Yahoo!, Slack e Trello. Às vezes ele posta mais detalhes em seu website oficial.

O EOS recentemente encerrou o maior ICO da história em 01 de junho de 2018, depois de um ano aberto. Nesse período, o EOS arrecadou mais de US$4 bilhões de dólares, que serão usados para financiar projetos que sejam baseados na plataforma. No momento em que essa reportagem é escrita,  a EOS é a quinta maior criptomoeda, com capitalização de mais de US$12 bilhões.

As falhas no EOS vão além do código. Uma pesquisa feita por um usuário do Reddit mostrou que 1% dos endereços EOS detém 86% de todos os tokens. Os 10 maiores detém quase 50% da riqueza da rede. Para efeito de comparação, o EOS tem pouco mais de 160.000 carteiras registradas, enquanto o Bitcoin já possui 22 milhões.

Essa concentração de riqueza gera preocupações de um esquema pump and dump. Essas carteiras gigantes (whales) estariam concentrando riqueza, para descarregar tudo no mercado quando o preço aumentar. Necessariamente isso vai acontecer? Claro que não. Mas quem quer que queira investir em EOS deve ficar atento às movimentações nessas wallets, para sinais de um esquema em andamento.

E você, o que acha do EOS? É o projeto que vai derrubar o Ethereum ou é apenas mais um scam, só em uma escala muito maior? Deixe sua opinião nos comentários.

Conheça o Mercado Bitcoin, maior corretora de criptomoedas da América Latina

Desenvolvedor ganha US$120 mil expondo falhas no EOS
4.5 (4 votos)