A plataforma de criação e negociação de tokens Bancor tuitou ontem que sofreu um ataque na manhã desta segunda-feira (09/07). Foram perdidos mais de 51 milhões de reais em tokens, mas a startup afirma que nenhuma carteira dos clientes foi prejudicada.

O sistema foi retirado do ar pela empresa para investigação. Nate Hindman, chefe de comunicações da Bancor, afirmou que foram desviados aproximadamente 25.000 ETH (aproximadamente US$ 12,5 milhões) e 230 milhões de NPXS (em torno de US$ 1 milhão).

Além dos tokens perdidos, os hackers ainda tentaram levar mais 2.5 milhões de tokens BNT (aprox. US$ 10 milhões). No entanto, graças à possibilidade de congelamento de negociações que foi incorporada ao sistema da Bancor para casos extremos, essa perda pôde ser evitada.

A startup afirma que, apesar de não conseguir congelar os tokens roubados, está trabalhando com outras exchanges para rastreá-los e dificultar a sua liquidação. Hindman afirmou também que a causa do roubo já foi identificada e corrigida. Espera-se que o sistema da Bancor volte a funcionar ainda hoje.

O incidente afetou o preço do BNT (token da própria Bancor), gerando uma queda de aproximadamente 14% em algumas horas.

Este foi o segundo ataque significativo a uma grande exchange de tokens em um mês. No último dia 10 de junho, a plataforma coreana Coinrail sofreu um ataque cibernético que levou mais de US$ 40 milhões em altcoins.

Conheça o Mercado Bitcoin, maior corretora de criptomoedas da América Latina
________________________________________________________________________________________________

Pedro Duarte Pinho, estudante de direito da Universidade de São Paulo é membro do CEM – Centro de Estudos do Mercado Financeiro e de Capitais

________________________________________________________________________________________________