Após a suspensão da SegWit2x, a comunidade Bitcoin esperava tempos de calma e bonança, mas como no mundo das criptomoedas as coisas nem sempre ocorrem como planejamos, vimos durante o último fim de semana uma queda de 15% na cotação do Bitcoin e uma escalada no valor do Bitcoin Cash, chegando a atingir US$ 2.478 no domingo (12/11/2017), um dia antes do hard fork previsto em sua rede.

A volatilidade no preço do Bitcoin pode ser explicada com a decepção de investidores com o cancelamento do upgrade tecnológico, mas e o aumento do Bitcoin Cash? Para isso, precisamos entender o hard fork que será realizado na tarde desta segunda-feira, dia 13, por volta das 17 horas.

O que vai acontecer?

O sistema do Bitcoin Cash será atualizado visando estabilizar um problema no ajuste do algoritmo de dificuldade (DAA, na sigla em inglês).

O algoritmo original conhecido como EDA (Emergency Difficulty Adjustment, em inglês) se ajusta automaticamente às condições da rede para garantir que o Bitcoin Cash seja lucrativo. Contudo, dada a facilidade que os mineradores alternam entre o Bitcoin e o Bitcoin Cash — e alguns pools de mineração estarem configurados para optar sempre pela blockchain mais lucrativa — eles acabam explorando o EDA minerando o Bitcoin até que a dificuldade para minerar Bitcoin Cash diminua e sua lucratividade aumente.

Essa oscilação, termina por desencadear um novo EDA, tornando o Bitcoin Cash menos rentável para minerar fazendo a maioria dos mineradores voltar para o Bitcoin, aumentando o tempo dos blocos para um nível muito além do razoável para uma moeda digital que pretende ter como base transações diárias.

Esse novo algoritmo, chamado de D601, tem o objetivo de evitar mudanças bruscas de dificuldade quando a taxa de hash estiver estável; ajustar a dificuldade quando a taxa de hash mudar de maneira brusca; evitar oscilações do feedback entre taxa de hash e dificuldade e ser resiliente aos ataques, como a manipulação do timestamp.

Os desenvolvedores planejam que essa atualização ocorra sem traumas, ou seja, sem necessariamente criar uma nova moeda, mas isso não é uma verdade absoluta. Eles realmente tentaram contatar grandes atores da rede Bitcoin Cash, como as principais carteiras e casas de câmbio, avisando sobre a necessidade do upgrade e torcendo para que todos aceitem. Caso as mudanças sejam consenso na comunidade, nada muda e apenas teremos uma atualização para aprimorar o desempenho da rede. Contudo, se não for aceita por uma parte dos nodos e mineradores pode ser que vejamos o nascimento de uma nova moeda.

Estima-se que 90% da rede Bitcoin Cash já fez a atualização, mas como os 10% restantes ainda não deram sinais se apoiarão ou não a mudança, todas as previsões são mais do que nunca expectativas que podem ou não ser atingidas.

Mercado

A popularidade do Bitcoin Cash pode ser explicada graças à imigração dos descontentes com a suspensão da atualização do Bitcoin. O cancelamento pode ter dado mais gás ao Bitcoin Cash, que tem uma blockchain capaz de lidar com oito vezes mais dados do que a versão original (Bitcoin).

Há também o argumento que sua abordagem é mais simples e próxima do objetivo inicial do Bitcoin, de atuar como um sistema de pagamento.

Não há como mensurar o que vai acontecer apesar das muitas opiniões de especialistas que vemos nas redes sociais e listas de discussões sobre criptomoedas. O lance é esperar o desenrolar dos fatos nas próximas horas e torcer pelo melhor tanto para o Bitcoin quanto para o Bitcoin Cash.

Bitcoin Cash: valorização e hard fork aumentam incertezas
4.7 (7 votos)