MasterCard faz seu primeiro investimento no mundo do Bitcoin

Logo da MasterCard

MasterCard faz seu primeiro investimento formal no mundo do Bitcoin

Barry Silbert é possivelmente o maior investidor em empresas de Bitcoin no planeta. Nesta semana ele vendeu uma bolsa de valores nos EUA, a Second Market, e agora está lançando um conglomerado dedicado exclusivamente ao Bitcoin e outras tecnologias que usam o blockchain.

O nome do da empresa é Digital Currency Group, e será responsável por gerenciar todos os seus ativos em moedas digitais, o que inclui 57 empresas de Bitcoin.

Estamos construindo o maior grupo de empresas de moedas digitais e de blockchain. Vamos também iniciar negócios de alto crescimento por conta própria e desenvolver uma plataforma global para dar assistência a nossas empresas”, disse ele à revista Fortune.

O Digital Currency Group está estruturado como uma empresa, ao invés de um fundo de investimentos, já pensando em se tornar uma empresa listada em bolsa em algum dia.

Entre os novos investidores, estão MasterCard, que está fazendo seu primeiro investimento formal no mundo dos bitcoins. As outras empresas são: Bain Capital Ventures, CIBC, CME Ventures, FirstMark Capital, New York Life, Novel TMT, Oak HC/FT, RRE Ventures, Solon Mack Capital e Transamerica Ventures.

“Ainda estamos longe de que o Bitcoin se torne uma moda funcional”, diz Barry Silbert. Primeiro ele será uma moeda especulativa que terá seu preço subindo até criar uma base grande o suficiente para que Wall Street comece a negociá-la. Depois, lojas embarcarão na novidade e conforme ele se torne um meio de pagamento mais comum, se tornará uma alternativa aos sistemas de transferência de dinheiro existentes hoje. Realmente acredito que isso acontecerá e quero que o DCG seja grande parte disso.”

O que você precisa saber sobre o Litecoin

 

this-is-litecoin-the-silver-to-bitcoins-gold

As últimas semanas foram agitadas para os interessados em moedas alternativas, principalmente por conta de uma alta recorde do valor do Bitcoin (BTC), que pela primeira vez ultrapassou o valor de US$ 1000 por moeda, mas também por uma valorização galopante de outra forma de dinheiro criptográfico, o menos conhecido Litecoin (LTC). Ainda ignorado pelo grande público, o Litecoin vem mostrando bastante potencial para se estabelecer como alternativa ou complemento ao Bitcoin, já que seu sistema se mostra confiável e, de acordo com especialistas, traria até algumas soluções técnicas para problemas enfrentados pela comunidade do BTC.

Continue reading

Começando a Minerar

 

Desde que eu comecei a ler e me interessar por Bitcoins, sempre fiquei curioso se minerar dava retorno ou não. Nesta época o Bitcoin valia menos do que o dólar.

Um belo dia, a marca dos 35 dólares foi ultrapassada! Neste momento tive certeza de que ele não ficaria abaixo da moedinha do Tio Sam nunca mais. Resolvi colocar a roupa velha, pegar as ferramentas e partir pra mineração.

Continue reading

Entrevista com um minerador Brasileiro

 

Inauguro aqui a seção de mineração do Bitcoin Brasil com uma pequena entrevista de um minerador conterrâneo.

Ele preferiu se manter anônimo, o que vamos respeitar, mas não economizou em nada nas informações úteis para aqueles que desejam iniciar a talvez lucrativa empreitada do processamento incansável dos bits dos pacotes Bitcoin.

Continue reading