Desde que foi criado como o primeiro site para negociação de bitcoins no Brasil, lá longe, em 2011, o slogan do Mercado Bitcoin tem sido “O melhor lugar para comprar e vender bitcoins no Brasil”. Quando me tornei cliente do serviço, vi que o slogan que é verdade.

Meu envolvimento com a tecnologia aumentou muito e em determinado ponto já era sócio do Gustavo, com quem vinha planejando tocar um empreendimento em sociedade desde que nos conhecemos no curso de administração de empresas na USP.

Desde sua criação, no começo de 2009, o bitcoin deixou de ser uma experiência exótica restrita ao mundo geek, para se tornar uma possível alternativa para mudar a forma com que pelo menos uma parte das pessoas faz pagamentos e armazena suas reservas. Contudo, ainda há muita discussão sobre os impactos de cada uma das novidades trazida pelas moedas virtuais e pelo bitcoin, em específico. Provavelmente precisaremos de mais alguns anos para saber onde tudo isso vai dar.

Apenas exemplificar, em computação o bitcoin trouxe soluções técnicas como o blockchain, que começam ser implementadas em outras áreas do desenvolvimento de software e experimentadas em áreas tão diversas como negociação de ativos, ou substituir a rotina de cartórios.

Ele tem também características que deixam os economistas de cabelos em pé, como não depender de uma instituição centralizadora, ser um ativo infinitamente divisível, ter sua quantidade ao longo do tempo limitada e publicamente divulgada. Esta última característica gera uma moeda deflacionária, conceito que também vai contra boa parte do que se tem como aceito nos dias atuais.

Graças à sua natureza, de ter seus programas e suas transações abertas ao público, outras alternativas de moedas virtuais “concorrentes” surgiram para tentar cobrir lacunas deixadas na ideia original do bitcoin. A mais destacada entre as dezenas de moedas existentes é o litecoin, criado por um ex-funcionário do Google em 2011.

O litecoin tenta ser mais democrático no processo de criação de novas moedas e tem tempo de confirmação das operações menor, entre outras diferenças, em relação ao Bitcoin.

E o Mercado Bitcoin passou a negociar litecoins também recentemente.

Não tenho dúvidas de que os bitcoins permitem que o mundo dê um passo a mais no caminho integração completa. Ele é uma rede global de pagamentos, com capacidade de processamento que já é cerca de 7 vezes maior que os 500 melhores supercomputadores do mundo somados. Ninguém precisa mais pagar 50 dólares em taxas para enviar 200 dólares a um professor que lhe deu aulas de inglês, mas que esteja no outro lado do planeta. As pessoas começam a poder negociar sem intermediários, independentemente de onde estejam.

Nas últimas semanas percebemos que o Mercado Bitcoin evoluiu junto com a tecnologia das moedas virtuais e seus usuários. A evolução fez com que nossa ambição já não seja apenas fazer apenas o melhor lugar para compra e venda de bitcoins. Para acompanhar essa evolução criamos um novo slogan que acompanhe essas mudanças.  Na verdade, além de um novo slogan, o que criamos foi um convite que esperamos que seja aceito por cada vez mais pessoas. O convite que espalharemos daqui em diante é:
Participe da tecnologia mais inovadora do mundo!
Realmente acreditamos que as moedas virtuais são uma inovação gigantesca e que está apenas no início.

Esta feito o nosso humilde convite para que você se junte a nós nos desafios que estão por vir.

 

Rodrigo.

Novo slogan do Mercado Bitcoin
Avalie