O ministro do Comércio Exterior e Investimento Internacional da Venezuela, José Vielma Mora, declarou que investidores internacionais concordaram em aceitar a moeda digital estatal petro no pagamento de produtos importados, segundo informações do TeleSur.

A criptomoeda respaldada pelo petróleo venezuelano será lançada tanto em pré-venda como em Oferta Inicial de Moeda (ICO, na sigla em inglês) em meados de março.

O petro foi anunciado pelo presidente Nicolás Maduro em dezembro de 2017. O “white paper”, documento oficial, da criptomoeda explica que a ideia de sua criação veio do falecido presidente Hugo Chávez que tinha vislumbrado uma “moeda forte apoiada por matérias-primas”.

De acordo com Mora, empresários brasileiros estariam dispostos a investir US$ 300 milhões no ativo, começando com uma aplicação inicial de US$ 100 milhões.

O político também citou a Polônia, Noruega, Vietnã, Honduras e Dinamarca como alguns dos países estrangeiros que demonstraram interesse em receber a criptomoeda petro em troca de alimentos e remédios.

O que é e como funciona o petro?

O petro é um token que foi pré-minado no blockchain do Ethereum, sendo cada unidade apoiada por um barril de petróleo. O presidente Maduro determinou a emissão de 100 milhões de petro no dia 14 de janeiro como forma de promover a preparação da pré-venda.

A pré-venda de 38,4 milhões de criptomoedas começará no dia 20 de fevereiro e durará até 19 de março. “Os tokens poderão ser trocados por petro a qualquer momento entre a data de lançamento e o fechamento do ICO”, indica o white paper.

O ICO começará no dia 20 de março e terá 40 milhões de unidades de petro disponíveis para venda usando como preço de referência de US$ 60, valor do preço do barril de petróleo na Venezuela na segunda semana de janeiro de 2018. O preço está sujeito a mudanças dada a volatilidade do mercado.

No documento oficial também consta que o petro será aceito como pagamento de impostos, taxas e serviços públicos e será regulado diretamente pelo governo.

Venezuela: petro encontra investidores e prepara ICO
5 (2 votos)