Acusações, rumores e medo do crescimento do mercado de criptomoedas existem há muito tempo, mas agora o Departamento de Serviços Financeiros do Estado de Nova York resolveu exigir que as empresas em sua jurisdição tomem medidas para conter os riscos desse segmento.

Em um documento, o regulador detalhou em um documento que todas as empresas que atuam no setor de moedas digitais licenciadas por ele são obrigadas a implementar as medidas necessárias para detectar, prevenir e responder a fraude, além de outras irregularidades semelhantes.

A entidade também fez questão de lembrar que os detentores do Bitlicense que eles devem estar especialmente vigilantes contra os esforços de manipulação do mercado. Foram concedidas licenças até agora para: Bitflyer USA, Coinbase Inc., XRP II e Circle Internet Financial, Gemini Trust Company e a empresa fiduciária ItBit.

“A manipulação de mercado apresenta sérios riscos, tanto para os consumidores como para a segurança e solidez das instituições de serviços financeiros”, comentou a superintendente do regulador do Nova York, Maria T. Vullo. “Esse mercado precisa evoluir com forte supervisão regulatória”, garantiu.

Empresas Bitlicense devem combater fraudes

O Departamento de Serviços Financeiros do Estado de Nova York ainda direcionou as empresas a adotarem medidas que incluam uma política efetiva para identificar e avaliar toda a gama de áreas de risco relacionadas à fraude, incluindo manipulação de mercado.

A ação deve fornecer os procedimentos e controles para proteger contra riscos identificados, alocar a responsabilidade pelo monitoramento e investigação de irregularidades suspeitas ou reais.

Após a descoberta de um crime, a empresa que detém a Bitlicense deve enviar um relatório detalhado ao departamento juntamente com documentos que comprovem as medidas tomadas para evitar a repetição de eventos do tipo.

Regulador de Nova York exige ação contra manipulação de mercado
5 (2 votos)