Mercado Bitcoin emite Nota Fiscal Eletrônica

 

Hoje o Mercado Bitcoin enviou aos seus usuários, o primeiro lote de nota fiscal referente ao valor total da comissão, cobrada sobre as operações de cada usuário dentro do mês.

nota_eletronica_mercado

Todas as notas podem ser emitidas por todos os clientes no site da prefetura de Sao Paulo no endereço: nfe.prefeitura.sp.gov.br/login.aspx

Com essa nova proposta de trabalho, o Mercado Bitcoin se torna a primeira exchange Bitcoin do mundo, a emitir nota fiscal dos seus serviços.

Mais uma vez, o Mercado Bitcoin inova e se mantem focado em atender todas as necessidades da comunidade brasileira e a fortalecer o uso do bitcoin no Brasil.

Mais novidades em breve!

7 thoughts on “Mercado Bitcoin emite Nota Fiscal Eletrônica

  1. Leonardo Monteiro says:

    Não é moeda oficial. Alguém poderia esclarecer o que na legislação brasileira permite a cobrança de imposto em cima de uma moeda não emitida pelo governo?

    • Gustavo Chamati says:

      A tributação acontece na prestação do serviço de intermediação do bitcoin, que como qualquer outra atividade empresarial, deve ser tributada.
      O serviço prestado tem um preço em reais e é sobre esse valor que acontece a tributação.

  2. Tiago says:

    “Com essa nova proposta de trabalho, o Mercado Bitcoin se torna a primeira exchange Bitcoin do mundo”

    Provavelmente por que em nenhum outro lugar do mundo as pessoas se importam em receber nota fiscal? E portanto sequer é realmente obrigatório emitir uma ao cliente de um serviço inteiramente virtual?

    Não conheço nenhuma outra jurisdição além de São Paulo que reembolse os consumidores de uma parte do imposto sobre consumo que eles paguem, criando assim forte incentivo para que todo mundo submeta os detalhes completos de todos seus hábitos de consumo ao governo, ao mesmo tempo em que dificulta enormemente ao comerciante de escapar dos impostos.

    • Lucas O. says:

      Eu me importo em receber nota fiscal. Me deixa mais tranquilo quanto a relação de consumo que estou tendo com o site. Se você não se importa, não é você que teria algum problema, rapaz ?

  3. A empresa Mercado Bitcoin esta corretissima nessa postura. Nao se pode confundir a transacao da moeda (esta sim virtual) com os servicos de intermediacao efetuados pela pessoa juridica legalmenge estabelecida no Brasil. A coisa funciona como uma casa de cambio, ou seja, sobre a moeda que voce vai la e troca nao incidem impostos, mas sobre as taxas da exchange tem-se que tributar sim! Chega de pais do jeitinho! Se quereos ser o pais do Bitcoin, temos que comecar certo para nao morrer como diversas empresas que entram no mercado virtual e depois se afundam em fiscalizacoes da Receita Federal (vide sites decompras coletivas que nao dao nf). Parabens!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *